Tem esse caroço na mão??😰O que fazer quando aparece um cisto no punho e como evitá-lo...

 O que é o cisto sinovial?

O cisto sinovial é um tumor benigno que habitualmente apresenta-se como um pequeno nódulo arrendondado e de consistência mole acima das articulações ou tendões, principalmente nas mãos e punhos.



Mas, para realmente entender o que é o cisto sinovial, precisamos antes falar um pouquinho sobre a sinóvia e as articulações.

Todo mundo entende que nosso esqueleto é amplamente articulado. Conseguimos dobrar e girar braços, pernas, mãos, dedos, pescoço, etc.



Toda essa gama de movimentos que nosso esqueleto é capaz de fazer se deve ao fato de termos articulações, que são as estruturas que unem dois ossos diferentes e permitem o movimento entre eles. Como exemplo de articulações, podemos citar os joelhos, cotovelos, tornozelos e punhos.



Para que essa movimentação de um osso contra o outro não provoque atrito e desgaste, dentro das articulações existem duas importantes estruturas, o líquido sinovial e as cartilagens.



A cartilagem é um tecido escorregadio localizado nas extremidades dos ossos articulados. O líquido sinovial é uma espécie de lubrificante que fica dentro das articulações, circundado por uma bolsa chamada sinóvia. Essas duas estruturas permitem que os ossos das articulações possam deslizar um sobre o outro durante anos e anos com mínimo atrito, impedindo que haja desgaste dos mesmos.



A perda destas duas estruturas provoca lesão dos ossos, levando a uma doença chamada artrose. Além das articulações, os tendões também são circundados por uma bolsa contendo líquido sinovial.



Cisto é nome que damos a qualquer bolsa que tenha material líquido ou semilíquido em seu interior. O cisto sinovial é, portanto, é uma bolsa que contém líquido sinovial.


Cisto sinovial

Cisto sinovial no punho

O cisto sinovial surge nas articulações ou tendões, sendo uma herniação de parte da sinóvia e da cápsula das articulações. Este “vazamento” de líquido sinovial para fora das articulações forma uma bolsa que pode ser facilmente vista e palpada.


Apesar de ter origem no líquido sinovial, o conteúdo da cisto sinovial não é puramente líquido. O material dentro do cisto fica isolado do resto da articulação e acaba por formar um espécie de geleia.



Causas

Não se sabe muito bem por que os cistos sinoviais surgem. A teoria mais aceita é de que pequenas lesões da cápsula articular, causadas por traumas ou esforço repetitivo, permitem o extravasamento de líquido sinovial para fora da articulação, formando o cisto.


Além do trauma e do uso excessivo da articulação, um defeito na formação da articulação também parece ser importante, já que o cisto sinovial pode surgir em pessoas sem história de traumas ou uso repetitivo da articulação.



Sintomas

O cisto sinovial é uma massa arrendondada, que costuma ter um diâmetro de 1 a 3 centímetros, compressível e de consistência borrachosa. O cisto costuma ser visível e palpável, estando a pele acima íntegra e sem sinais inflamatórios. A lesão é transluzente, ficando avermelhada quando jogamos um foco de luz sobre a mesma, demonstrando seu conteúdo fluído.



O cisto pode surgir subitamente ou ir crescendo ao longo do tempo. Seu tamanho pode variar, estando mais ou menos volumosos em determinados momentos. Ele também pode desaparecer espontaneamente e reaparecer tempos depois.



O cisto sinovial pode surgir em qualquer articulação, mas sua localização mais habitual é na região do punho ou em um dos dedos da mão. Ele não costuma provocar dor, mas pode fazê-lo caso a massa comprima algum nervo. Nesta situação, além da dor, também é possível haver perda de força e de sensibilidade na região da articulação ou tendão.


Existem casos de cistos sinoviais pequenos e ocultos, que não são visíveis através da pele, mas que são descobertos por causaram dor. Cistos ocultos podem ser diagnosticados pela ultrassonografia ou ressonância magnética.



Tratamento

O cisto sinovial é uma tumoração benigna, sem nenhuma possibilidade de se transformar em câncer. Na maioria dos casos ele é assintomático e, como pode desaparecer espontaneamente, nenhum tratamento é necessário.



Por outro lado, se o cisto estiver provocando dor ou atrapalhando na movimentação da articulação, o tratamento médico está indicado.



Um tratamento simples é a imobilização da articulação com talas, de forma a comprimir o cisto e impedir a movimentação da articulação. Desta maneira, tenta-se criar um mecanismo contrário, empurrando o material do cisto de volta para a articulação.



A aspiração do cisto com uma agulha é outra opção e pode ser feita com anestésicos locais no próprio consultório. Após a aspiração, o médico costuma infundir uma solução com corticoides para colar as paredes do cisto e atrapalhar o seu reenchimento. A taxa de sucesso desta técnica é de 75%.



A aspiração apresenta resultado superiores à imobilização por tala, mas, mesmo assim, há risco de reincidência do cisto. Em cerca de 15 a 20% dos casos, o cisto retorna com frequência e se o paciente continua tendo queixas de dor ou incômodo, o ortopedista pode indicar a remoção cirúrgica do mesmo.



A cirurgia pode ser feita pela via clássica ou através de artroscopia. O problema da cirurgia é que ela é um procedimento muito mais invasivo e não garante 100% de cura. Mesmo após remoção cirúrgica, o cisto sinovial pode retornar.

Postagens mais visitadas deste blog

Cães só cheiram as partes privadas de pessoas que eles querem...

Nunca faça isso, se você tem uma namorada

Em entrevista para TV americana Anitta fala sobre ter relações com cachorros e sofre duras críticas

7 atitudes para identificar pessoas que sofrem com depressão, mas que não demonstram

Quando uma mulher deixa de amar um homem, ela começa a sentir essas 8 coisas

Esta mulher perdeu mais de 340kg e precisou reaprender a andar; hoje ela está irreconhecível

Veterinário explica erros cometidos por garota mordida no rosto por cão